Macroscopia da madeira de Eucalyptus como ferramenta para identificação a campo

Paula Zanatta, Talita Baldin, Debora Duarte Ribes, Patrícia Soares Bilhalva Dos Santos, Darci Alberto Gatto

Resumen


O objetivo da pesquisa foi realizar um estudo anatômico macroscópico das madeiras de seis espécies do gênero Eucalyptus e contribuir para identificação destas em nível de campo. Foram analisadas madeiras de E. acmenoides, E. bosistoana, E. deanei, E. longifolia, E. muelleriana e E. racemosa, ainda não descritas macroscopicamente. Para esse estudo, foi estimada a massa específica básica e então, as amostras foram lixadas e escarificadas com bisturi, analisadas com lupa conta fios (aumento 10x) e macroscopicamente descritas de acordo com as normas de procedimentos em estudos de anatomia da madeira, propostas por Coradin. Os resultados demonstraram semelhanças entre as espécies quanto à coloração, textura, grã, odor e agrupamento de dos poros. Contudo, os caracteres anatômicos relacionados à distribuição de poros e o parênquima axial foram fundamentais para a diferenciação macroscópica e reconhecimento destas espécies.

Palabras clave


Características macroscópicas, eucalipto, massa específica básica, identificação de madeira.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.31055/1851.2372.v53.n4.21981

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


ISSN electronico 1851-2372

Boletín de la Sociedad Argentina de Botánica - boletinsab@gmail.com - Casilla de Correo 495, X5000ZAA Córdoba, Argentina - (54) 351 - 4331056, 4332104