Processo de Investigação-Formação-Ação Docente: uma Perspectiva de Constituição do Conhecimento Tecnológico Pedagógico do Conteúdo

Contenido principal del artículo

Paula Vanessa Bervian
Maria Cristina Pansera-de-Araújo

Resumen

Neste estudo analisamos compreensões dos professores, em formação inicial e continuada, sobre a constituição do conhecimento tecnológico pedagógico do conteúdo (TPACK), em processos interativos de investigação-formação-ação (IFA) com as tecnologias da informação e comunicação (TIC), no Ensino de Ciências. Participaram do processo interativo a tríade professores do Ensino Superior, da Educação Básica e em formação inicial. Os resultados evidenciam que a utilização das TIC, em processos interativos de IFA, ressignifica os entendimentos sobre a constituição do TPACK dos professores e impulsiona a proposição do modelo de investigação-formação-ação no ensino de ciências (IFAEC), ao articular intencionalmente a formação ao desenvolvimento do currículo, num movimento reflexivo e colaborativo entre os professores.

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Detalles del artículo

Cómo citar
Bervian, P. V., & Pansera-de-Araújo, M. C. . (2020). Processo de Investigação-Formação-Ação Docente: uma Perspectiva de Constituição do Conhecimento Tecnológico Pedagógico do Conteúdo. Revista De Educación En Biología, 23(1), 90-96. Recuperado a partir de https://revistas.unc.edu.ar/index.php/revistaadbia/article/view/28071
Sección
Tesis
Biografía del autor/a

Paula Vanessa Bervian, Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS

Professora da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) - Campus Cerro Largo/RS. Atua no ensino nas Práticas de Ensino e Estágios Curriculares Supervisionados no Curso de Ciências Biológicas - Licenciatura. As atividades de extensão e pesquisa são desenvolvidas nos seguintes temas: formação de professores, práticas pedagógicas, constiuição docente e tecnologias da informação e comunicação no Ensino de Ciências e Biologia. Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisa no Ensino de Ciências e Matemática (GEPECIEM). Possui graduação em Bacharelado e Licenciatura - Ciências Biológicas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - Campus Uruguaiana (2007); Especializações em Orientação Educacional (UFFS) e em Gestão Ambiental e Desenvolvimento Sustentável (UNINTER) e Mestrado em Biologia - Diversidade e Manejo de Vida Silvestre pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (2010). Doutorado em Educação nas Ciências da Universidade Regional do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ).

Maria Cristina Pansera-de-Araújo, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - Unijuí

Possui graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (1978), mestrado em Genética e Biologia Molecular pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1981) e doutorado em Genética e Biologia Molecular pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1997). Atualmente é professora titular da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul e professora do Programa de Pós-Graduação em Educação nas Ciências da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Métodos e Técnicas de Ensino, atuando principalmente nos seguintes temas: educação, currículo, ensino de ciências e de biologia, educação ambiental e em saúde e biodiversidade.

Citas

Na seção destinada a tese não devem constar citações.