REPENSANDO A RELAÇÃO CONSUMO, CORPO E APARÊNCIA

Felipe Roberto Petenussi

Resumen


O presente artigo busca demonstrar a estreita relação entre as culturas de consumo e as mídias —entendidas como mediadoras das relações socioculturais— na contemporaneidade, na medida em que colocam em ação processos de formação de significações simbólicas, a partir das diferentes práticas, bens e hábitos de consumo. Esses processos produzem “jogos de aparência” que permitem a negociação na construção da própria imagem por meio dos usos e consumos referentes à vestimenta, a estilos e também ao corpo. Além disso, a própriaabordagem antropológica sobre o consumo e a aparência é problematizada ao evidenciar que essas relações são construções simbólicas onde os termos utilizados devem ser entendidos a partir do contexto da sua produção.


Palabras clave


Consumo; Corpo; Aparência; Identidade; Mídia.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


ISSN 1668-7515

 

Astrolabio. Nueva Época (ISSN  1668-7515)

https://revistas.unc.edu.ar/index.php/astrolabio/

 

Centro de Investigaciones y Estudios sobre Cultura y Sociedad

Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Técnicas 

y Universidad Nacional de Córdoba

 

Av. Ciudad de Valparaíso s/n, Ciudad Universitaria, CP 5000 Córdoba, Argentina  | 
Correo-e astrolabionuevaepoca@gmail.com

 

 

Licencia Creative Commons
Esta obra está bajo una Licencia Creative Commons Atribución-NoComercial-CompartirIgual 4.0 Internacional.