A pesquisa sobre o Ensino de Partículas Elementares: panorama e perspectivas

Autores/as

  • Giovana Mosinahti Departamento de Educação, Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” - UNESP
  • Leandro Londero Departamento de Educação, Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” - UNESP

Palabras clave:

Partículas elementares, Ensino de física, Estado do conhecimento, Teses e dissertações, Atas de congressos científicos

Resumen

Apresentamos os resultados de uma investigação que identificou o panorama e as perspectivas da pesquisa sobre o Ensino de Física de Partículas Elementares (EFPE), por meio da análise das produções contidas nas atas de congressos, teses e dissertações defendidas em programas de pós-graduação brasileiros. Identificamos um expressivo número de estudos dedicados à elaboração e/ou aplicação de propostas de ensino. A divulgação científica em espaços não-formais destacou-se entre os identificados, evidenciando a importância desses espaços para o enriquecimento da cultura científica, da formação pessoal e pedagógica. Os estudos apontam para a necessidade de mudanças curriculares tanto no âmbito escolar médio como nos cursos de licenciatura, tendo em vista o conhecimento deficitário sobre partículas elementares por parte de estudantes e professores. O investimento nos cursos de formação de professores é um importante fator para a melhoria do ensino de física, uma vez que os professores precisam de tais conhecimentos para que sintam-se seguros para ensinar este tópico.

##submission.downloads##

Publicado

2015-11-19