O sinal da Cruz em um catecismo na língua geral da Amazônia [175-]

Autores/as

  • Ruth Monserrat Universidade Federal do Rio de Janeiro.
  • Cândida Barros Museu Paraense Emílio Goeldi.
  • Karl Heinz Arenz Universidade Federal do Pará.
  • Gabriel Prudente Universidade Federal do Pará.

DOI:

https://doi.org/10.31057/2314.3908.v6.n2.22960

Palabras clave:

catecismo, língua geral, Jesuítas, Amazônia portuguesa, século XVIII.

Resumen

O objetivo do trabalho é apresentar uma transcrição do primeiro capítulo de um catecismo manuscrito anônimo em língua geral e parcialmente em latim, produzido, com muita probabilidade, por um dos jesuítas de língua alemã que atuaram na Amazônia em meados do século XVIII. O capítulo trata sobre os temas do nome do “cristão” e da prática do sinal da cruz. A transcrição é acompanhada de notas com as traduções para o português, sendo precedida por um texto de apresentação com hipóteses acerca da autoria do catecismo, o contexto histórico da produção do documento e a situação linguística das missões do Grão-Pará no setecentos.

Descargas

Publicado

2018-12-27

Cómo citar

Monserrat, R., Barros, C., Arenz, K. H., & Prudente, G. (2018). O sinal da Cruz em um catecismo na língua geral da Amazônia [175-]. Antiguos Jesuitas En Iberoamérica, 6(2), 120–141. https://doi.org/10.31057/2314.3908.v6.n2.22960

Número

Sección

Documentos Históricos