O terceiro do tratado De Arte Voluntatis de Juan Eusebio Nieremberg (1595-1658)

Autores/as

  • Paulo Roberto de Andrada Pacheco

DOI:

https://doi.org/10.31057/2314.3908.v2.n2.17609

Resumen

Escrito, originalmente, em 1631, em latim, o tratado De Arte Voluntatis (DAV) é uma das primeiras obras do sacerdote jesuíta Juan Eusébio Nieremberg (Fig. 1). Nela se encerra um conjunto de ideias estoicas, platônicas e cristãs sobre a educação da vontade que, ao que tudo indica, compõem a base de seu pensamento. Conheceu inúmeras edições, até 1649 e duas traduções – uma para o francês (editada em 1657) e outra para o italiano (editada em 1669). A tradução que vem a público agora, quase quatrocentos anos depois de sua primeira edição, foi feita a partir da tradução realizada em 1657 por Louys Videl, e da edição latina do DAV de 1639.

Descargas

Publicado

2014-12-16

Cómo citar

Pacheco, P. R. de A. (2014). O terceiro do tratado De Arte Voluntatis de Juan Eusebio Nieremberg (1595-1658). Antiguos Jesuitas En Iberoamérica, 2(2), 150–221. https://doi.org/10.31057/2314.3908.v2.n2.17609

Número

Sección

Documentos Históricos