A “experiência” em cartas dos jesuítas missionários no Brasil nas primeiras décadas do século XVI

  • Marina Massimi

Resumen

O artigo analisa os sentidos do termo experiência assim como empregado por jesuítas em missão no Brasil, nas primeiras décadas do século XVI, em cartas por eles redigidas. Tais sentidos são apreendidos à luz do arcabouço conceitual da Companhia de Jesus. São evidenciadas três significações da experiência: a experiência como prova e verificação; a experiência como prática e hábito; a experiência como discernimento da presença do mistério nos fatos. O conjunto destas significações remete à experiência modelo do fundador da Companhia, Inácio de Loyola, onde o conhecimento da realidade sensível e imanente remete sempre ao conhecimento da realidade espiritual transcendente.
Publicado
2013-07-29
Cómo citar
Massimi, M. (2013). A “experiência” em cartas dos jesuítas missionários no Brasil nas primeiras décadas do século XVI. Antiguos Jesuitas En Iberoamérica, 1(1), 92-111. https://doi.org/10.31057/2314.3908.v1.n1.17573