A fazenda jesuítica da Papucaia, Rio de Janeiro, século XVIII

Autores/as

  • Marcia Amantino Universidade Salgado de Oliveira, UNIVESO
  • Vinicius Maia Cardoso

DOI:

https://doi.org/10.31057/2314.3908.v1.n1.17571

Resumen

A Companhia de Jesus atuou efetivamente na conquista e ocupação da região do recôncavo da Guanabara, no século XVI. Após essa conquista e fundação da cidade do Rio de Janeiro, recebeu em 1571, a doação de uma sesmaria no vale do rio Macacu, onde posteriormente edificou a fazenda da Papucaia, especializada na produção de farinha de mandioca. Assim como as demais fazendas jesuíticas foi seqüestrada em 1759 na expulsão dos inacianos. O presente artigo apresenta as relações sociais e econômicas ocorridas no contexto da administração jesuítica e posterior sequestro desta Fazenda utilizando-se do auto de inventário de seus bens.

Descargas

Publicado

2013-07-29

Cómo citar

Amantino, M., & Cardoso, V. M. (2013). A fazenda jesuítica da Papucaia, Rio de Janeiro, século XVIII. Antiguos Jesuitas En Iberoamérica, 1(1), 44–66. https://doi.org/10.31057/2314.3908.v1.n1.17571