Os possíveis desafios do programa de mobilidade Mercosul.

Autores/as

  • Verónica Pieto de Oliveira

Palabras clave:

Política supranacional, Programa de mobilidade, Educação superior

Resumen

O presente trabalho é parte de uma pesquisa mais ampla que se encontra em andamento e pretende avaliar os impactos do Projeto de Apoio ao Programa de Mobilidade Mercosul (PMM) em dez instituições de ensino superior situadas nos quatro países do Mercosul, a qual resultará na dissertação de mestrado a ser apresentada na Faculdade de Educação da Universidade Federal da Grande Dourados FAED/UFGD, no início de 2014.  O PMM é co-financiado pela União Europeia e o Mercosul e tem por objetivo geral apoiar a conformação de uma cidadania Mercosul com sentimento de pertinência à região entre os membros da comunidade universitária dos quatro países membros efetivos do Mercosul. Como objetivo específico tem-se a pretensão de apoiar a consolidação e expansão de um programa de mobilidade de estudantes de graduação do Mercosul para cursos não acreditados. Neste texto será abordada a formulação do PMM, considerando seu contexto histórico e as influências recebidas, também se apresentaram os possíveis desafios para a sua implantação e sua continuidade. Adotou-se como metodologia o levantamento bibliográfico e documental, com consultas a documentos da União Europeia, do Mercosul e do Setor Educativo do Mercosul.

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Citas

AZEVEDO, J. M. L. (2004). A Educação Como Política Pública. Campinas: Autores Associados. AZEVEDO , M. L. J. (2006). A Integração dos Sistemas de Educação Superior na Europa: De Roma a Bolonha ou da integração econômica à interação acadêmica. EmR. Silva Jr e, J. F. Mancebo. Reforma universitária. Dimensões e perspectivas. Campinas: Alínea.

AZEVEDO , M. L. J. A. (2008). Formação de Espaços Regionais de Educação Superior: Um olhar meridional para o MERCOSUL. Revista Avaliação, Vol. 13, No. 3.

BALL, S. J. (2001). Diretrizes Políticas Globais e Relações Políticas Locais em Educação. Currículo sem Fronteiras, V.1, 99-116. Disponível em: <http://www.curriculosemfronteiras.org/vol1iss2arti cles/ball.pdf>. Acesso em: abr. 2012.

DALE, R. (2009). Os Diferentes Papéis, Propósitos e Resultados dos Modelos Nacionais e Regionais de Educação. Educação e Sociedade, vol.30, No 108, 867-890.DIAS SOBRINHO J. (2005). Dilemas da Educação Superior no Mundo Globalizado. Sociedade do Conhecimento ou Economia do Conhecimento? São Paulo: Casa do Psicólogo.

KRAWCZYK, N. R. (2008). As Políticas de Internacionalização das Universidades no Brasil: o caso da regionalização no Mercosul. Jornal de Políticas Educacionais, N° 4, 41-52 Disponível em: <http://www.nupe.ufpr.br/JPE/n4_5.pdf>. Acesso em: out. 2011.

kRAWCZYK , N. R. e Sandoval, S. A. M. (2012) O Processo de Regionalização das Universidades do Mercosul: um estudo exploratório de regulação supranacional e nacional. Revista Educação e Realidade, Vol. 37, No.2, 647-668.

MENDES, J. M. (2011). Sucedâneos de Bolonha em Portugal: euforias e disforias. JANUS Anuário. 42- 43. Disponível em <http://janusonline.pt/2011_2012/2011_2012.html>. Acesso em: fev. 2013.

MOROSINI, M. C (1998). MERCOSUL- MERCOSUR: políticas e ações universitárias. Campinas: Autores Associados.

REAL, G. C. M. (2009). Impactos da Expansão da Educação Superior na Mobilidade Estudantil: o eixo Brasil – Paraguai. Disponível em: <http://www.anped.org.br/reunioes/32ra/arquivos/po steres/GT11-5512--Int.pdf>. Acesso em: out. 2011. ROBERTSON, S. L. (2009). O Processo de Bolonha da Europa Torna-se Global: modelo, mercado, mobilidade, força intelectual ou estratégia para construção do Estado? Revista Brasileira de Educação, Vol. 14, No. 42, 407-600.

VENTURA, D. F. L (2004). As assimetrias entre o Mercosul e a União Europeia: os desafios de uma associação inter-regional. Barueri: Manole.

Fontes documentais

COMISSÃO EUROPEIA. (2006). Documento de Estratégia Regional 2002-2006. Disponível em: <http://www.sice.oas.org/TPD/MER_EU/Studies/Re gionalpaper_e.pdf>. Acesso em: 21. set. 2011. COMISSÃO EUROPEIA (2007). Documento de Estratégia Regional 2007-2013. Disponível em: <http://eeas.europa.eu/mercosur/rsp/07_13_pt.pdf>. Acesso em: 21. set. 2011.

COMUNIDADE EUROPEIAMERCOSUL. (1996). Acordo-quadro inter-regional de cooperação entre a Comunidade europeia e os seus Estados-Membros, por uma parte, e o Mercado Comum do Sul e os seus Estados-Partes, por outra. Disponível em: <http://dai-mre.serpro.gov.br/atos-internacionais/mu ltilaterais/acordo-quadro-inter-regional-de-cooperaca o-entre-a-comunidade europeia-e-os-seus-estados- membros-e-o-mercosul-e-os-seus-estados-partes/>. Acesso em: março. 2012.

COMUNIDADE EUROPEIAMERCOSUL. (2006). Convenio de Financiación entre la Comunidad Europea y el MERCOSUR. “Apoyo al Programa de Movilidad MERCOSUR en Educación Superior”. [s.l.]. Disponível em: <http://www.mercosur.int/msweb/Normas/resa08.ht ml>. Acesso em: set. 2011.

DIVISÃO DE NEGOCIAÇÕES EXTRREGIONAIS DO MERCOSUL II – Disponível em: <http://www.itamaraty.gov.br/o-ministerio/conheca- o-ministerio/america-do-sul/dnc-ii-divisao-de- negociacoes-extra-regionais-do-mercosul-ii>. Acesso em: set. 2012.

MERCOSUL. (1992). Acta da II Reunión de Ministros de Educación de los Países del Mercosur, n. 01/92. Buenos Aires. Disponível em <http://www.sic.inep.gov.br/pt-BR/documentos- categoria/viewcategory/296-1992.html>. Acesso em: março. 2012.

MERCOSUL. Plano de Ação do Setor Educativo do Mercosul2001-2005. (2001). Disponível em: <http://www.sic.inep.gov.br/pt/documentos/cat_vie w/98-documentos-e-referencias/44-planos--planes-- plans>. Acesso em: set. 2011.

MERCOSUL . Plano do Setor Educativo do Mercosul2006-2010. (2006). Montevideo, Republica Oriental delUruguay, 2007. Disponível em: <http://www.sic.inep.gov.br/pt/documentos/cat_vie w/98-documentos-e-referencias/44-planos--planes-- plans>. Acesso em: set. 2011.

MERCOSUL. (2012). Convocatória para a Fase Piloto/ Movilidad de Estudiantes de Grado del MERCOSUR, PMM. Disponível em <http://www.sic.inep.gov.br/pt/component/content/a rticle/88-movilidad-mercosur-201>. Acesso em: Fev. 2012.

UNESCO. Compendio Mundial de la Educación. (2009). Comparación de las estadísticas deeducación en el mundo. Montreal: UNESCO – Instituto de Estadística de la UNESCO, 2009. Disponível em<http://www.uis.unesco.org/Library/Documents/g ed09es.pdf>. Acesso em: set. 2012.

UNESCO. Compendio Mundial de la Educación. (2011). Comparación de las estadísticas de educación en el mundo. Montreal: UNESCO – Instituto de Estadística de la UNESCO. Disponível em:<http://unesdoc.unesco.org/images/0021/002151/ 215161s.pdf>. Acesso em: fev. 2013.

Publicado

2014-11-13

Cómo citar

Pieto de Oliveira, V. (2014). Os possíveis desafios do programa de mobilidade Mercosul. Integración Y Conocimiento, 3. Recuperado a partir de https://revistas.unc.edu.ar/index.php/integracionyconocimiento/article/view/9251